sábado, 7 de janeiro de 2017

Destino de Joana?

Desde o começo tudo parecia tão incerto, foram dias de disputas contra si mesmo, uma briga constante e incessante, uma ansiedade que não cabia e nem cabe dentro do peito, será mesmo necessário uma droga para toda essa atitude egocêntrica se destruir?
Por que não se é possível somente com a mente?
Era uma menina que por dentro tinha tantos desejos lindos, Joana irradiava sonhos e uma beleza de caráter que até hoje se mantêm.
O que acontece é que Joana amadureceu, virou mulher e seus instintos de mulher se sobressaem pelo cheiro, pelo olhar, pelo toque, pela beleza que não é uma das melhores, mas que seduz.
Mas a grande dúvida é: De que adianta tantas armas de desejo, sedução, carisma, doçura, raridade e nada disso valer a pena para se ter alguém?! Sim é assim direto mesmo, por que é difícil ser assim e nada acontecer?
Não é desespero é falta de entendimento de ser tão tão e no final ouvir: Você é uma linda, espero que você seja feliz..
Como dói  ouvir essa saudação quando o coração já está cheio de sentimento, faz o que ? Joga fora? Renega e vive numa dolorosa briga constante consigo entre a cabeça e o coração?
Não é a primeira vez que Joana passa por isso e eu espero de coração que seja a última.
Que esse coração tão machucado consiga se curar, sarar as feridas e ela viver só pra si e sua arte, que é a única que não sai de perto da sua jornada.
"Nessa tarde, dentro do banheiro, o lar mais seguro de Joana, foram derramas lágrimas de dor e ódio por causa de um sentimento que insiste em causar taquicardia e um medo que tira o norte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário