segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

compreensão de amor

Todos na vida tem seus próprios caminhos, cada um tem uma vida, um destino, um sorriso e o que faz sorrir.
Com o tempo nós vamos percebendo que cada um precisa ser seu próprio entretenimento, seu único motivo de veracidade, pois, com a convivência tudo acontece e minhas verdades podem ser suas mentiras mais bem contadas.
O julgamento é um ato natural do ser humano, julgamos até uma pobre formiga que anda pelo chão, coitada da formiga ela só procura o alimento.
Onde eu quero chegar é que por mais que você seja pleno em suas atitudes, seja seguro de suas verdades, nem sempre seja a verdade do outro e não será por isso que devemos rejeitar o outro.
Vamos ser compreensivos com o outro, vamos respeitar as experiências do outro. Vamos ter amor fraternal pela humanidade. Não precisa ser amigo, só saber conviver sem magoar. Vamos ser do bem sem olhar a quem !
"E dessa vez Joana se esconderá de vez dentro dela e só se mostrará pra quem souber lidar com sua essência"

Nenhum comentário:

Postar um comentário