segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Canção de três corpos

São dois corpos quase idênticos,
O terceiro com um violão
Que saía sons de um aprendiz encantador,
Um aprendiz experiente,
Que seduz com cada acorde,
Uma sedução tímida e envolvente,
São notas e olhares para um corpo semi afinado em cima da cama,
Como pode alguém conseguir tocar dois instrumentos ao mesmo tempo?
Ah!!!!!!
Foram sons e musicas,
Dois instrumentos de som sendo dedilhados das melhores formas,
Como é bom ouvir a nota de um sussurro,
Como é bom ouvir o dedilhar do seu violão.
E aqui estou,
Dizendo em palavras o que uma melodia me mostrou,
Uma melodia sem letra, frase e ritmo.
Essa canção poderia nunca mais acabar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário