quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Conformo-me

Tudo que vai volta,
Tudo que fica um dia vai dizer adeus,
Meu problema não é o que todo mundo pensa
É o que eu passo.
Amo, sofro, vivo em êxtase,
Preciso disso pra viver.
Minha missão aqui não será só viver. Quero viver e mostrar pra quem quer que seja que eu vivo e vivo pra minha arte, vivo pro meu querer. As vezes dói, pois só tenho a ela.
Se é pra ser marcada como um ícone de prazer para os olhos dos públicos, que seja, a metade da minha felicidade será toda pra eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário