sábado, 1 de outubro de 2011

Porque será que dói a respiração quando não se tem cansaço nenhum?

Será que é porque o pulmão também ama?
Dói tanto, dói cada fibra do meu corpo, eu me sinto destruída novamente um vazio, um vazio de dói, que corrói, um vazio que transforma todas as palavras lindas em pesadelo que sangra os olhos.
Eu preciso me afastar do que me seduz pra ver se o contrário acontece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário