sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Como não te amar?

Como não te amar se eu existo em você?
Como não querer se cada segundo que passa eu respiro sua lembrança.
Quero teu desejo por mim.

Quando eu te encontrar
Os meus olhos vão ver
A luz que ilumina
O sol do amanhecer.
A saudade encanta porque sei  que vou ter  o momento que espero você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário