sábado, 11 de junho de 2011

Ontem

Na noite em que eu me vi
Em total confusão
A minha mente
Só pensava na única flor!

Sonolenta,
Pedia juras de amor,
Perdões impossíveis
E um gole de café!

Um louco de óculos escuros
Dizias risos, mas eu ria.
Simplesmente pensava no além de mim,
Além do que não queria mais pensar.

Vou tentar acabar a noite acabando comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário