domingo, 5 de junho de 2011

O pedestal


Ela é do mundo
Cada dia é um
E cada um é o princípio
O principio de ser
De conquistar de revelar ou também de não ser.
Se define em sorrisos, gestos e curas
Curas de momentos que se tornam incríveis 
Cada cacho, cada toque, palavras não ditas
Se respondem em olhares tentando conquistar
Sendo assim, canonizar é inspirar
Sugando as melhores sensações para poder cantar
E cantando vou te cantando e me encantando com seu cantar.
Esse delírio
que mata
Mata na sutileza
Do toque
Ou na agressividade
do mesmo.
A fertilidade
Da mente
Pode levar a
fantasias insanas
Que em cada situação
Pode surgir com
Intensidades diferentes.
Amor selvagem
Ou paixão carinhosa
A contradição é
Você que escolhe
o que importa é
Sentir o prazer.
Te olhar, faz
Inquietação reinar
Em meu corpo
Nem bem chegou
E já manda no pedaço.
Estranho ser
Para os demais
Pra mim
Diferente.
Você faz a diferença.
Fez resplandecer
Os sentimentos
Que havia desistido.
Só não quero me decepcionar.
Mas como sempre me decepciono...
Está perto do veneno
é simplesmente
pecar só em olhar
Seu nome
Me leva a lugares
que desconheço.
Os ventos parecem
Está ao nosso favor.
Quero te conhecer.
Vem
Vamos nos decifrar
Desejo desvendar cada
Pedaço do seu corpo
Me faz o mesmo,
Eu quero o mesmo!
IMPULSÃO
DESEJO
O DESEJO DE TE POSSUIR
NÃO ESTOU ME CONTENDO
CALMANTE POR FAVOR!!
ESSA ÍNDIA
ESTÁ ABALANDO
MINHAS SENSAÇÕES
PAAAAAAAAAAAAAAAARA!!!!!
EU QUERO RESPIRAR
EU QUERO SENTIR
ESSA EXPLOSÃO
TIRA O MEU SONO
CADÊ VOCÊ? NÃO ESTÁ!
EU PRECISO DE VOCÊ
PRECISO PRECISO
SABER DA SUA EXISTÊNCIA NÃO ME CONSOLA
SUA PRESENÇA RESOLVE O PROBLEMA
O volume do desejo evolui
A cada sorriso contribuído.
O controle dos sentidos
Não vale mais a pena.
Deixar fluir e restaurar as almas
foi a melhor fraqueza ou certeza.
Todos os calafrios
Não foram em vão,
O arrepio de cada pêlo
Foi necessário sendo simplesmente
por uma imagem cravada na memória.
Agora, de frente pra TV
sinto uma sensação nostálgica
Um desejo sufocante
A falta de ar me faz suar.
Te tenho em palavras, mas pra o suor acabar ou continuar preciso beber do seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário