quinta-feira, 3 de março de 2011

Agulha de prazer

Sentir
Sofrer
Não dizer.
É equivoco, é verdade,
é sensação injusta
é amor!
Amar a si é se fazer o mais rico, é se canonizar, ou, nem tanto.
Poderia ser pecado, sonho, desejo, poderia ser tudo, é tudo!
O amor nos leva incríveis momentos, descobrimos e inventamos, brincamos, mas no final sempre choramos, seja lágrima do que for.

Nenhum comentário:

Postar um comentário