quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

E o menino ainda sonha...

A coragem de falar você
Já tomei!
Não há mais vergonha em meu coração.

Se estiver perto
Perco a ação.
Meus passos se perdem
ao meio de tanto sentimento
Que não sei palavrear.


Deixa fluir
Deixa o vento restaurar nossas almas.
Sua presença ainda é esperada.
Mas o que eu quero pode ser
mais complexo e desejável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário